Three love- capitulo 9





Era uma manhã com nuvens, O céu estava nublado. As pessoas andavam pra La e pra cá, apressadas para ir a seus devidos compromisso, Lucy e Erza estavam indo para a escola.

- Ei Lucy, você já falou com ele? Perguntou Erza.

- Ele? Ah claro, o Natsu né? Eu falei sim ele disse que iria falar com você.

- Certo, mas ele deu alguma pista do que ele iria me falar?

- Não...

Lucy não estava prestando muita atenção no que Erza falava, ela estava pensando em Gray, no que iria falar para ele, pesou diversas vezes em desfazer o ´´encontro `` que ela marcou.

- Lucy? Oi, oi, oi terra chamando Lucy. Falou Erza dando um sorriso.

- Ah eu tava pensando nos exames finais que serão próxima semana eu tenho que estudar né. Falou Lucy tentando volta para seu sentido normal.

Era hora do almoço, Lucy estava na biblioteca esperando por Gray, já estava na hora dela aparecer na verdade ele já estava atrasado, Lucy queria terminar logo com aquele sofrimento.

- Acho que eu vou ler algum livro... Esse esta bom. Falou Lucy pegando um livro de capa dura e de título muito atraente, se chamava sussurro.

- Parece romance, vamos ver...

Dez minutos depois Lucy estava dormindo sobre o livro, ela não tinha costume de ler e quando lia dormia logo em seguida. Gray chegou e viu Lucy deitada sobre o livro chegou perto dela e a observou.

- O que eu faço com você querida Lucy? Falou Gray passando a mão no rosto de Lucy com carinho, o momento depois foi muito rápido Gray se inclinou e a beijou nos lábios, com carinho tirou uma mecha de cabelo do seu rosto e lhe deu outro beijo na testa.

- Não posso ficar muito tempo perto de você sem fazer alguma coisa errada, querida Lucy. Falou Gray dando as costas para Lucy.

Lucy acordou tempos depois e percebeu que o sinal já tinha tocado correu para chegar à sala. Na Hora da saída ela se lembrou de que Gray não havia ido para a biblioteca, ou ela não o tinha visto.

Lucy já estava em casa, foi direto para seu quarto, trocou de roupa e foi para a cozinha. Chegando La viu Gray. Na maioria das vezes era Gray que fazia o janta, Lucy já estava acostumada.

- Então o que temos para o jantar? Falou Lucy se sentando na cadeira da mesa que tinha na cozinha.
- Pizza. Não vou fazer nada hoje. Vou pedir uma pizza, falou Gray de costa para Lucy.


- Ah ok. Ah, por que você não foi à biblioteca hoje? Falou Lucy se levantando para encarar Gray.

-Eu fui, mas você estava dormindo. Falou Gray evitando olhar nos olhos de Lucy.

- Ah certo, mas por que você não me acordou? Falou Lucy acompanhando Gray que andava pela cozinha.

- Por que eu não queria atrapalhar agora se você não se importa eu vou comprar a pizza. Falou Gray saindo da cozinha.

- Espera! Por que você não me olha nos olhos?     

- Como assim? Para que? Lucy eu tenho coisa mais importantes para fazer, com licença. Falou Gray pegando um dinheiro que estava em cima da mesa na sala.

- Olhe para mim. Falou Lucy virando Gray para que ela pudesse olhá-lo no olho, ela queria ver seus olhos.

- Lucy...Gray olhava para os olhos de Lucy para ele o tempo parou ele com certeza estava apaixonado por aquela garota de olhos tão lindos.

- Gray, eu preciso para uma coisa para você.

- Diga. Falou Gray ainda olhando para Lucy e se contendo para não beija-la.

- Eu... Amo... Você. Falou Lucy e uma lagrima caiu de seus olhos.

Gray fitou por completo os olhos de Lucy, estavam cheios de lagrimas o que os deixavam mais brilhantes, tão brilhantes.

- Lucy, eu espero que saiba o que você esta dizendo. Falou Gray.

- Sim, eu sei. Falou Lucy com firmeza.

Outra lagrima saiu do rosto de Lucy, mas agora Gray colocou sua mão para enxugá-la, agora que ele sabia que Lucy o amava, não tinha nenhuma barreira para o segura-lo. Então ele simplesmente a beijou.

Lucy sentiu um arrepio que começava nos pés e ia ate a cabeça. Ela sentiu os lábios de Gray nos dela, eram incrivelmente macios e doces.
 Ela se deliciava com cada memento daquele beijo. Gray colocou-a contra parede e passou a mão nas suas costas ido até seu cabelo, quando de repente ouviu um barulho na porta, os dois se separaram. Era Natsu entrando estava voltando de mais um treino.

- estou atrapalhando alguma coisa? Falou Natsu com um sorriso malicioso.

- não. Falou Lucy

-sim. Falou Gray.

- Os dois falaram junto, muito interessante. Falou Natsu se contendo para não rir.

-Eu vou dormi. Boa noite. Falou Lucy indo para seu quarto.

- Boa noite, Lucy acho que realmente foi uma boa noite pra vocês hien? Falou Natsu dando uma 
gargalhada.

- Deixa de se ser criança, Natsu. Falou Gray como a cara seria.

- Eu sou estou me divertindo, não posso? Ah Gray eu tenho um assunto para tratar com você.

Lucy estava com certeza vermelha de tanta vergonha. Ela sentia uma mistura de desejo, amor, vergonha. 
Tudo junto, não sabia o que fazer. 
Ela estava deitada na casa encolhida pensando no beijo. E que beijo.

Fora daquela atmosfera em que Lucy se encontra, estavam Gray e Natsu tendo uma conversar de homem pra homem ou se preferi de irmão para irmão.

- Você foi a casa dela e depois aconteceu o que? Falou Gray.

- Bem, eu comecei a conversa com ela, falei primeiro que Lucy tinha ido me procurar, não falei da nossa conversa. Falou Natsu olhando para suas mãos de cabeça baixa.

- E...

- Eu falei para ela me falar o que sentia. Ela falou que me amava e perguntou o que eu sentia. Se eu a amava, eu falei...

- Você falou sim NE, por que isso é a verdade, você a ama, você mesmo me disse isso.

- Eu falei que não. Eu falei que não amava ela.

- por que diabos você fez isso?

- Por que eu tive medo. Falou Natsu quase como um sussurro.

- Entendo Natsu, mas você tem que falar a verdade, se não for assim ela irá sofrer.

- Eu sei...

- Bom depois desse dia é melhor você ir dormi.

- Certo, mas espera o que esta havendo entre você e a Lucy?

- Que mesmo saber?

- Sim, claro maninho. Falou Natsu dando um sorriso.

- Eu a beijei, eu a amo.

- Isso explica muita coisa, to feliz por você, Lucy é uma garota realmente única.

- Eu sei. Boa noite Natsu. Falou Gray se dirigindo a seu quarto.

- Boa noite. Falou Natsu que permaneceu no lugar onde ele estava.

Lucy estava quase dormindo quando ouviu o celular tocando.

- Alo.

- Lucy. Tenho que falar com você. Agora. Falou Erza quase tendo um surto de tanta ansiedade.

- O que? Sabe que horas são? Amanha agente se fala Erza. Pelo a mor de deus...

- Lucy você não sabe o que aconteceu. Falou Erza ignorando o que Lucy falava.

- Não sei mesmo e nem quero saber. Amanha você me conta. Falou Lucy desligando o celular.

Lucy sabia muito bem que às vezes Erza ligava de madrugada para falar besteira, mas naquela hora ela não estava com vontade de aguentar Erza.

No outro dia Lucy estava para sair de casa para ir á escola quando ela viu Gray saindo do quarto dele, ela não sabia ao certo o que sentia naquele momento, ansiedade, vergonha talvez.

Ela saiu direto para a porta, mas Gray chamou pelo seu nome.

- Lucy, não vai da nenhum bom dia? Falou Gray se aproximando de Lucy.

- Bom dia Gray. Falou Lucy não olhando para Gray.

- Hoje depois da aula vamos aquela lanchonete La perto da escola eu quero conversar com você. Falou Gray andando para a porta de saída.

- Fala sobre o que? Perguntou Lucy.

- Sobre nós. Falou Gray abrindo a porta de frente da casa.

- É melhor irmos senão nos atrasamos para a aula não é? Falou Gray saindo por completo da casa.

Lucy ficou ali parada pensando no que exatamente significava´´ conversar sobre nós `` .

Era uma manha de sol como qualquer outro. Única diferença era que não estava quente, estava um clima agradável como muitas vezes está naquela cidade. Lucy caminhava ao lado de Erza que falava sem parar.

- Lucy você me deu um gelo ontem NE? Falou Erza cutucando Lucy.

- desculpa, mas já era tarde e eu estava com sono. Falou Lucy.

- ah certo. Falou Erza com certo tom de sarcasmo na voz.

- O que você queria me dizer de tão importante...

- O Natsu foi La em casa ontem.

- E...

- Ele falou que não me amava.

- O que? Nossa assim na lata?

- Sim na lata.

- Meu deus. Sinto muito Erza.falou Lucy realmente triste por sua amiga.

- Não sinta pena Lucy. Falou Erza com um sorriso no rosto.

- Por quê? Ele não te deu o fora?

- Sim, mas eu não senti firmeza na voz dele quando ele me falou que não me amava.

- Você acha que ele mentiu sobre esse assunto?

- Sim por que quando Gray me falou que não me amava eu senti que ele estava falando a verdade coisa que eu não senti com o Natsu, entende?

- Mais ou menos. Mas então o que você vai fazer sobre isso?

- Vou saber o porquê dele não me dizer a verdade.









2 comentários:

  1. Tipo,acabei de conhecer o blog e adoreii :) acho que peguei essa parte ,mas tem outras néh ?? Tipo nao sou fã da Lucy com o gray ... Mas gostei da fanfic :)

    Www.s2loves2animes.blogspot.com

    Kissus

    ResponderExcluir
  2. Vai ter outras?? Faz um tempão que estou esperando mais nada >.<

    ResponderExcluir

Curtiu? :)


Oie gente, meu nome é Sara (Lucy no blog) e eu sou a humilde dona desse blog, agradeço por sua visita e lhe peço que comente nos posts, (só se quiser é claro kk) dêem dicas sobre doramas e novos temas para eu postar (agradeceria muito).

Então é isso... ^^


Tecnologia do Blogger.

Follow by Email

O QUE PROCURA?

Afiliados

ID CG VG VG VG VG VG VG VG VG VG VG VG VG VG VG VG VG

Quem sou eu

Minha foto
Eu sou uma amante da cultura japonesa. Na musica eu amo j-pop, eu sou uma garota que gosta muito de dança, ensaia coregrafias e dança com minha amigas, claro entre outras coisas.

Curta e fique por dentro!

SEGUIDORES

I Love Blogs

Translate